Home / NOTÍCIAS / Doria quer táxi de luxo para transporte de deficientes

Doria quer táxi de luxo para transporte de deficientes

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Os táxis pretos chegaram a prestar esse atendimento entre novembro de 2014 e agosto do ano passado, mas o serviço foi interrompido.

A Prefeitura de São Paulo lançou na sexta-feira, 11, um credenciamento para que motoristas de táxi da categoria Táxi Preto prestem atendimento para o serviço Atende, que a SPTrans mantém para o transporte de pessoas com mobilidade reduzida.
Os táxis pretos chegaram a prestar esse atendimento entre novembro de 2014 e agosto do ano passado, mas o serviço foi interrompido. A proposta agora é que os veículos – Doblòs equipados com elevadores para cadeirantes – voltem à complementar o Atende, prestado por vans da Prefeitura.
“A quantidade de pessoas transportadas vai depender dos agendamentos efetuados pelos usuários em suas viagens de ida, volta ou ida e volta. A média transportada no sistema anterior era em torno de cem viagens por dia”, informa a SPTrans, em nota.
O Táxi Preto é uma categoria de táxi especial criada em 2014, na gestão Fernando Haddad (PT) como uma primeira proposta para regulamentação do Uber e de outros aplicativos de transporte. Na época, se pensou em uma forma de táxi especial, chamada apenas por aplicativos, e que oferecesse serviço melhor do que o táxi comum. A cor era uma alusão ao Uber Black e as corridas não precisavam obrigatoriamente custar o valor da bandeirada de táxi.
Com a regulamentação do Uber, entretanto, os táxis pretos foram autorizados a pegar passageiros na rua, não só os chamados por Apps, e receber pagamento em dinheiro.
Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/brasil/2017/02/13/interna_brasil,688906/doria-quer-taxi-de-luxo-para-transporte-de-deficientes.shtml

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

2 Comentários

  1. Boa tarde, esta informação está equivocada, ou pelo menos faltando explicações.
    O Transporte de pessoas com mobilidade reduzida, com contrato da prefeitura se faz com carros acessíveis(Doblos), ou adaptados (Pretos).
    A Prefeitura esta credenciando associações e empresas para participarem desta “Licitação”, do serviço.
    O Transporte desse público (Específico), pode ser sim, feito com carros sem essas especificações em casos esporádicos de necessidade do usuário.
    Mas, para contratação por parte da prefeitura somente (Atende), somente com cadastramento.
    Carlos Lourenço (Cabral).
    SIMTETAXI – Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores nas Empresas de Táxis do Estado de São Paulo.

DEIXE SUA OPINIÃO!