Home / TÁXI NEWS / Easy parte para nova estratégia com foco exclusivo no serviço de táxi
Easy descontinuará o serviço de carros privados EasyGo no Brasil a partir do dia 18/09 (foto: reprodução)

Easy parte para nova estratégia com foco exclusivo no serviço de táxi

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

A Easy, um dos maiores aplicativos de mobilidade urbana da América Latina, anuncia oficialmente sua nova estratégia para o setor de transportes do Brasil. A partir de agora, a empresa de mobilidade urbana focará em uma tática mais agressiva priorizando um dos serviços mais requisitados do mundo: serviço de táxi. A decisão foi embasada no reconhecimento da relevância deste modelo no atual mercado de transporte e o grande potencial como facilitador na mobilidade urbana do país.

Segundo dados coletados pela Easy, hoje existem aproximadamente 141 mil taxistas nas 12 principais capitais do país (Belém / Salvador / Fortaleza / Goiânia / Recife / Manaus / Belo Horizonte / Porto Alegre / Curitiba / Rio de Janeiro / São Paulo / Brasília) e um alto volume de corridas realizadas mensalmente, a maior parte ainda concentrada em demandas fora de aplicativos. Nosso maior concorrente é ainda a corrida de rua, e é atrás destes pedidos que vamos trabalhar nossa estratégia Brasil”, diz Fernando Matias, CEO da Easy no Brasil.

Nesta nova fase, os esforços estarão voltados para garantir aos passageiros um serviço de táxi da mais alta qualidade, rápido e a um preço mais acessível. Por esta razão, a empresa considerou operar no Brasil apenas com o serviço de táxi (táxi regular; economy; plus) e centralizar todas as áreas da empresa para ele.

“Além de garantir melhorias e segurança para passageiros e motoristas de táxi, vamos aprimorar ainda mais os níveis de atendimento, transparência e reforçar parcerias que tragam benefícios aos usuários do aplicativo. Queremos o táxi cada vez mais acessível, inclusive viabilizar estratégias com o transporte coletivo”, explica Matias.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Para garantir este nível de excelência do serviço e aprimoramentos, a Easy continuará com seu alto controle nos processos de cadastramento e governança com os motoristas parceiros de todo o Brasil, além de ações conjuntas com o setor público, revendo regulamentações e buscando melhores alternativas e benefícios para os taxistas.

Para os passageiros, a Easy trará ações estratégicas que envolvam benefícios e promoções. “Estamos olhando mais a fundo o nosso operacional, dando maior atenção à realidade local de cada uma das cidades que atendemos. Desta forma implementaremos ações mais táticas, focando principalmente na experiência do usuário”, diz Fernando Matias.

A Easy comunicará previamente os motoristas parceiros do EasyGo notificando a descontinuação do serviço que ocorrerá na próxima segunda-feira (18/09). Assim como no lançamento do serviço, a plataforma quer manter o mesmo nível de respeito e transparência com os motoristas privados.

Apesar do encerramento do EasyGo, a Easy é favorável à livre concorrência e entende o benefício da diversificação de serviços no fomento à inovação e qualidade dos níveis de transporte. Nós agradecemos imensamente a todos os nossos parceiros que utilizaram nosso serviço de carros privados no Brasil”, finaliza Matias.

O encerramento do serviço de carros privados EasyGo no Brasil para passageiros será na segunda-feira (18/09). EasyGo estava disponível nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro desde o segundo semestre de 2016.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

1 Comentário

  1. Agora eu volto a trabalhar com vocês, sou uns dos primeiros a trabalhar mas fiquei chateado com a situação PARABÉNS

DEIXE SUA OPINIÃO!