Volkswagen, Intel e Mobileye firmam parceria para criar serviço de táxi autônomo

Somente os taxistas não entenderam o grande negócio que é o táxi

Montadora fornecerá os carros, enquanto a Mobileye cuidará da tecnologia autônoma que dará força aos carros, que dependem dos chips fornecidos pela Intel.

Os carros autônomos estão no radar há alguns anos, mas há mais conversas do que uma solução do mundo real. Isso poderá mudar em 2019 quando a Intel, a Volkswagen e a Mobileye se unirem para implementar uma frota de taxis autônomos em Israel.

Este é um dos primeiros exemplos práticos do MaaS comercial Nível 4, que, de acordo com a Society of Automotive Engineers, é quando há inteligência artificial (AI) envolvida não tem nenhum driver humano com certos parâmetros e o MaaS (Mobility as a Service) é apenas uma maneira elegante de vender o transporte.

A Volkswagen fornecerá os carros, enquanto a Mobileye cuidará da tecnologia autônoma que dará força aos carros, que dependem dos chips fornecidos pela Intel.

Essa colaboração entre as entidades não é exclusiva, o que permite que cada empresa busque iniciativas diferentes. O acordo é interessante especialmente para a Intel, já que seus chips podem ser usados em vários negócios.

A parceria da Intel com a BMW, a Mobileeye e a Fiat Chrysler, que busca levar tecnologia de autopropulsão para os veículos de produção, ainda está em vigor e tem como alvo uma seção diferente do mercado autônomo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios