Home / A Voz do Taxista / Mais uma cidade regulamentar Uber e prejudica táxi

Mais uma cidade regulamentar Uber e prejudica táxi

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Uber se adequa às normas impostas pela prefeitura de São José dos Campos

Serviço de transporte privado por aplicativo agora foi regulamentado na cidade. Uber vai cobrar taxa de 1% nas corridas para repasse à gestão.

Uber, serviço de transporte privado por aplicativo, se adequou às normas impostas pela prefeitura de São José dos Campos para atuar na cidade. Após uma série de protestos e polêmicas, a empresa se adequou ao decreto feito pelo executivo em maio. Entre as mudanças para o usuário está a cobrança de 1% no valor da corrida, que é repassado aos cofres municipais.

O decreto foi elaborado após uma série de discussões entre a prefeitura e a empresa. Entre as exigências está que todos os motoristas sejam credenciados junto à empresa; que a Uber pagasse uma taxa de R$ 50 mil a gestão para cadastramento e repasse de taxa por corrida.

Segundo a prefeitura, a empresa se adequou às medidas e começou a trabalhar de forma regulamentada desde a terça-feira (27).

Antes da regulação, os motoristas que atuam pela empresa rodavam na cidade com uma liminar. A gestão Felício Ramuth (PSDB) recorreu e conseguiu derrubar a determinação da justiça. No início de maio, com o fim do benefício, a prefeitura chegou a recolher o carro de um motorista do Uber na rodoviária nova. O local virou o principal centro de disputa entre motoristas do aplicativo e taxistas.

A adequação, no entanto, trouxe um adicional na tarifa cobrada. Agora, ao pedir um veículo em São José dos Campos o usuário é avisado de uma cobrança de tarifa adicional chamada de “Regulação Municipal”. O valor, previsto no decreto, recolhe 1% no valor das corridas feitas na cidade que, no dia 5 de cada mês são repassadas ao executivo.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

De acordo com a Uber, uma corrida do centro até o Jardim Satélite, por exemplo, que custaria em média R$ 13, sairia por R$ 13,13. Segundo a prefeitura, a taxa é “uma contribuição pela exploração do serviço na cidade”.

A prefeitura reafirma que vai fiscalizar a atuação e os motoristas flagrados operando pelo serviço sem cadastro junto à empresa terá a operação considerada clandestino e está sujeito a multa de R$ 1.544,85, além de apreensão do veículo.

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

DEIXE SUA OPINIÃO!