Home / A Voz do Taxista / Mesmo com novo decreto taxistas continuaram sofrendo com a concorrência desleal

Mesmo com novo decreto taxistas continuaram sofrendo com a concorrência desleal

Para entender o que se deu hoje na Câmara Municipal de São Paulo, quando o plenário 1º de Maio, na sua totalidade, foi tomado pelos taxistas, é preciso relembrar a luta dessa categoria desde o dia 08 de abril de 2015 quando cinco capitais saíram às ruas pela primeira vez para denunciar a atividade ilegal do aplicativo Uber no Brasil.

As denúncias não tiveram o efeito que os taxistas esperavam, prefeitos e juízes foram se curvando ao poder ludibriador do inimigo dos taxistas, toda tradição e história do Táxi foi jogada no lixo em nome de uma falsa modernidade, quando na verdade, o que o aplicativo faz é levar uma pessoa de um ponto ao outro com um veículo automotor.

O que aconteceu hoje foi a consolidação do projeto de uberização dos aplicativos que usaram o prestigio desse serviço universal, do profissional respeitado, para conquistar o seu maior patrimônio, os passageiros.

Temos vários exemplos de cidades onde foi imposto uma regulamentação ao aplicativo americano e simplesmente ele foi embora. Desde o início o decreto do ex-prefeito Haddad favoreceu os 99 e Easy que não tiveram nenhum escrúpulo em se uberizarem. Esse “novo decreto”, cuja minuta foi apresentada hoje pela primeira vez a categoria, mais uma vez, não foi redigida para regulamentar a Uber.

Uma longa negociação, sem os taxistas.

Em meados de fevereiro de 2016, pouco tempo após a criação do Táxi Preto, uma fonte bem próxima dos aplicativos me informou que a SPNegócios estava discutindo com todos eles o modelo Black da Uber e não o Black Táxi recém criado, logo em seguida os taxistas do Táxi Preto começaram a ser cooptados pela 99 e Easy para ingressarem o seu modelo Uber.

Tudo isso foi amplamente comentado nos grupos de Whatsapp, print do site dos aplicativos e e-mail enviados aos taxistas circularam pelos diversos grupos comprovando o que mais tarde se confirmou na prática para escândalo dos taxistas, que jamais esperavam essa traição.

A minuta

O rascunho lido hoje no plenário da Câmara Municipal foi prometido há seis meses pelo executivo, porém os taxistas não foram consultados ou perguntados uma única vez se concordavam com o que estava sem proposto. Não foi levado em conta, uma única vez, se os profissionais da praça tinham alguma sugestão.

Tudo acordado enquanto taxistas discutiam em grupos de Whatsapp quando viria o golpe final que determinando o fim desse serviço secular e universal.

O primeiro artigo da minuta que será publicada nos próximos dias, iguala o transporte privado ao Táxi:

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Art. 1º…. o “Comitê Municipal de Uso do Viário Urbano regulamenta a racionalização do uso do viário … para a exploração de atividade econômica privada de transporte remunerado de passageiros de utilidade pública”. Detalhe que passou desapercebido pelos taxistas.

O artigo segundo cria o o Conduapp, cadastro dos motoristas de aplicativos semelhante ao Co ndutaxi, que será a autorização para o motorista exercer a atividade. Assim, não terá muita diferença entre um profissional e outro, logo quando essas medidas entrem em vigor virá o sindicato da classe que lutará para mais equiparações, acabando assim de uma vez por todas com o diferencial de uma categoria regulamentada e reconhecida com motoristas que fazem um bico sem nenhum compromiso com passageiros e com a cidade.

Outro ponto que merece nossa atenção é o parafrafo V do artigo 4º. Esse paragrafo permite que carros de terceiro possa ser utilizado no transporte privado de passageiros, não há nenhuma resalva que esse veículo tenha de ser de pessoa fisíca e nem determina a quantidade de carros que uma mesma pessoa pode ter no aplicativo.

Portanto, esse artigo tem uma brecha para que carros de locadoras continuem locando carros para motoristas de aplicativos e permitindo frotas de carros pertecente a pessoa fisíca e jurídica dentro dos aplicativos.

Se não bastasse esses vacuo na minuta que se transformará em lei nos proximos, o documento não tras três outros pontos fundamentais para assegurar a existência do Táxi:

– Limite de carros, tarifa minima igual a tarifa do Táxi e o fim do “taxímetro virtual”

Por mais que essas considerações sejam vistas como uma crítica a resolução, bem como aos autores da mesma, o que estamos aqui analizando são os aspectos não levado em conta e prinicpalmente o fato dos taxistas tomarem conhecimento do seu conteúdo na vespera de sua publicação, depois de seis meses de incubação.

A criação da nova categoria tras prejuízos prinicpalmente aos taxistas de frotas e segundo motoristas, esses sempre lutaram pelo seu alvará que nunca foi concedido com o argumento que não era possível aumentar a frota de táxi da cidade, agora esses motoristas de aplicativos ganham seu Conduapp, tendo ingressado no serviço de transporte pelas portas dos fundos.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

5 Comentários

  1. Este decreto acaba de retirar o “BODE” da categoria dos taxistas. O bode foi colocado na categoria em 2015 e após uma longa luta, portarias, decretos,liminares,leis, que foram minando as forças dos taxistas, que quase derrotas, vem um decreto libertador retirando o bode de nossas vidas.

  2. E o fim de uma categoria,foi um tiro no pe e a categoria ainda nao se deu conta disto !
    Legalizar os ilegais sem controle de tarifa e da quantidade de veículos,simplesmente passageiros que estavam
    voltando a usar o táxi,por ser um transporte seguro e com a fiscalização e controle da prefeitura,irao migrar novamente para a concorrência,minguando cada vez mais as poucas corridas que ja temos !

DEIXE SUA OPINIÃO!