Home / Táxi / Na disputa com Uber, auxiliares de táxi devem receber 200 novos alvarás
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), em entrega de uniformes escolares, quando também falou sobre o Uber. (Foto: Yarima Mecchi).

Na disputa com Uber, auxiliares de táxi devem receber 200 novos alvarás

Novo decreto de regulamentação do Uber será emitido em breve.

A Prefeitura de Campo Grande vai liberar ao menos 200 alvarás de táxi para motoristas auxiliares, conforme reivindicação da categoria. A informação é do prefeito Marquinhos Trad (PSD), nesta segunda-feira (27), que afirmou iniciar a discussão com representantes de todos os segmentos envolvidos nos próximos dias, também como parte do processo de regulamentação das ‘caronas pagas’.

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), em entrega de uniformes escolares, quando também falou sobre o Uber. (Foto: Yarima Mecchi).

“Vou reunir todos os representantes para serenar os ânimos”. O prefeito disse isso em relação à informação de que a situação entre taxistas e motoristas de Uber está insustentável.

Neste encontro, que deve ocorrer entre terça (28) e quarta-feira (29), a intenção é também iniciar a elaboração da minuta do novo decreto.

Mas, Marquinhos já afirma que será impossível agradar a todos. Os taxistas pedem que sejam emitidas novas autorizações, especificamente para auxiliares, enquanto os motoristas de Uber e outros aplicativos de carona paga defendem que não seja colocado um limite de licença para eles.

Segundo o chefe do Executivo Municipal, serão emitidas 200 licenças para auxiliares, no mínimo. Mas, a quantidade pode aumentar.

Regras suspensas – O decreto que regulamenta a prestação de serviços de “caronas pagas”, que exploram o transporte privado e remunerado de passageiros, estabeleceu dentre outros pontos obrigatórios, que os motoristas sejam donos dos carros. Hoje, a Uber por exemplo oferece convênios com locadoras de veículos para os condutores cadastrados.

Outra exigência é que as OTTs (Operadoras de Tecnologia de Transporte), como é denominada o Uber e serviços semelhantes, tenham escritório em Campo Grande. O decreto limitou em 490 as licenças que serão emitidas para profissionais da área na Capital, mesmo número de alvarás para táxis existentes.

Dias depois, o prefeito disse que liberará que os “ubers” contratem auxiliares – aumentando, portanto, para 980 o número de autorizações para circular.

Fonte: www.campograndenews.com.br

Sobre Carlos Laia

Comandada por Carlos Laia , A Voz Do Taxista tem por objetivo levar a categoria dos taxistas informação, levantar o debate dos assuntos importantes para o desenvolvimento profissional de toda categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *