Home / A Voz do Taxista / Táxi ‘premium’ começa a circular em Belo Horizonte nesta quarta-feira
Táxi de Belo Horizonte

Táxi ‘premium’ começa a circular em Belo Horizonte nesta quarta-feira

Frota terá primeiros táxis híbridos da cidade, veículos que reduzem em até 50% consumo de combustível; tarifa é a mesma cobrada pelo convencional

O táxi “premium”, uma categoria diferenciada desse transporte público, vai ser lançado pela prefeitura e pela Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) nesta quarta-feira (21), às 10h, na avenida Afonso Pena, na altura do número 1.212, onde os veículos estarão estacionados.

Durante o evento, o prefeito Alexandre Kalil (PHS) fará a entrega das chaves a dois motoristas. Estarão presentes também representantes do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), instituição que financiou a aquisição dos veículos de sustentabilidade ambiental.

Segundo a prefeitura, a inclusão da categoria “premium” no sistema de táxi responde a uma demanda especial para atender usuários interessados em prestação de serviço diferenciada. Os carros são equipados com ar-condicionado e WI-FI, e será acessível via uso de aplicativos para a captação, controle e avaliação dos serviços. A tarifa é a mesma cobrada pelo táxi convencional.

Táxis híbridos

A inserção de modelos de veículos com motores à combustão – normalmente a gasolina – e à energia elétrica está em consonância com a política de mobilidade sustentável para o município de Belo Horizonte, que busca a evolução tecnológica dos meios de transporte e o estímulo de tecnologias limpas e de melhoria do meio ambiente.

Licitação

De acordo com o edital de licitação CP 09/15, publicado no dia 15/12/15, foram selecionadas 600 permissões do serviço de táxi para pessoas jurídicas, sendo 200 (duzentas) para a categoria convencional e 400 (quatrocentas) para a categoria “premium”.

As permissões foram divididas em 40 grupos de 15 permissões cada um, sendo cada grupo composto de 10 permissões de táxi categoria “premium” e cinco de táxi categoria convencional.

As permissões terão um prazo de delegação de 25 anos, improrrogáveis, contados a partir da publicação da homologação no Diário Oficial do Município (DOM).

Sobre Carlos Laia

Comandada por Carlos Laia , A Voz Do Taxista tem por objetivo levar a categoria dos taxistas informação, levantar o debate dos assuntos importantes para o desenvolvimento profissional de toda categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *