Home / NOTÍCIAS / Teste ZH: comparamos o aplicativo do Sintáxi com o Cabify e o Uber

Teste ZH: comparamos o aplicativo do Sintáxi com o Cabify e o Uber

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Repórteres solicitaram corridas com mesmos pontos de partida e destino.

Teste ZH: comparamos o aplicativo do Sintáxi com o Cabify e o Uber Montagem sobre fotos de Isadora Neumann/Agencia RBS

Foto: Montagem sobre fotos de Isadora Neumann / Agencia RBS

O aplicativo do Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi) chegou para fazer frente a outras ferramentas de transporte individual de passageiros e gerou polêmica entre os condutores ao oferecer 50% de desconto nas corridas até 28 de fevereiro — 20% bancados pelo representante da categoria e 30% pelo próprio motorista. Para o passageiro, a novidade mostrou-se um bom negócio. O aplicativo tem aumentado o número de usuários desde a semana passada, quando foi lançado, e apresenta viagens mais baratas do que os concorrentes.

Foi o que constatou ZH nesta terça-feira. Em um teste, três repórteres solicitaram simultaneamente táxi, Cabify e Uber com os mesmos endereços de saída e destino. As chamadas foram feitas às 15h24min: o Cabify foi o mais rápido a chegar ao ponto de partida, em dois minutos, enquanto o Uber levou quatro. O táxi, que demorou nove minutos, teve o melhor preço.

Da esquina das avenidas Ipiranga e Erico Verissimo até a Praça Carlos Simão Arnt, conhecida como Praça da Encol, as viagens saíram por R$ 8,96 (táxi), R$ 10,40 (Cabify) e R$ 11,70 (Uber). A seguir, confira a avaliação.

APP do SINTÁXI

Foto: Isadora Neumann / Agência RBS

O tradicional meio de transporte de passageiros, que no último ano perdeu público para os aplicativos, pode almejar uma recuperação no número de viagens. O desconto de 50% para as solicitações feitas pela ferramenta do sindicato coloca o valor a ser pago abaixo das tarifas de Uber e Cabify (atenção à bandeira 2, que deixa a corrida mais cara).

Quando o carro foi solicitado, na tarde de terça-feira, a estimativa de preço apontada era de R$ 8, R$ 0,96 abaixo do que efetivamente seria cobrado ao final da corrida. O taxímetro marcou R$ 17,92, e o motorista colocou o valor no aplicativo, que fez o cálculo, resultando em R$ 8,96.

O veículo estava em bom estado de conservação e a limpeza era razoável. O condutor, apesar de atencioso e de respeitar as regras de circulação, ficou falando ao celular após o passageiro embarcar (só arrancou o veículo depois de finalizar a ligação). Água e balas não foram oferecidas como normalmente ocorre no Uber e no Cabify. A viagem foi feita em 11 minutos, mas o carro levou nove para chegar ao ponto de partida. No geral, o aplicativo se mostrou vantajoso do ponto de vista econômico.

Trajeto: esquina das avenidas Ipiranga e Erico Verissimo até a Praça da Encol (Avenida Nilópolis)
Horário da chamada: 15h24min
Número de tentativas: uma
Horário de embarque: 15h33min
Horário da chegada: 15h45min
Modelo do carro: Voyage
Ar-condicionado: sim
Limpeza: razoável
Atendimento: bom
Valor: R$ 8,96 (metade do que marcou no taxímetro)
Forma de pagamento: dinheiro

CABIFY

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">
Foto: Isadora Neumann / Agência RBS

Considerando o custo-benefício na comparação com os táxis e o rival Uber, o Cabify apresentou um ótimo desempenho no teste. O percurso de 12 minutos foi percorrido com tranquilidade. Além de chegar rapidamente após o pedido — em apenas dois minutos —, a viagem transcorreu sem sobressaltos, com o condutor calmo, seguindo a velocidade recomendada para as vias percorridas e atento às eventuais orientações do passageiro.

Além de simpático e falante, o motorista ofereceu balas e água gelada, agrados comuns aos usuários dos principais aplicativos de transporte individual de passageiros. A higiene do veículo, novo e bem cuidado, estava impecável. Diante da temperatura externa em torno de 32°C, o ar-condicionado foi mantido em nível agradável durante o trajeto.

Na quinta-feira, a plataforma oferecerá até três viagens gratuitas (no valor máximo de R$ 20) entre às 8h e às 21h59min, em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Trajeto: esquina das avenidas Ipiranga e Erico Verissimo até a Praça da Encol (Avenida Nilópolis)
Horário da chamada: 15h24min
Número de tentativas: uma
Horário de embarque: 15h26min
Horário da chegada: 15h38min
Modelo do carro: Prisma
Ar-condicionado: sim
Limpeza: excelente
Atendimento: excelente
Valor: R$ 10,40
Forma de pagamento: cartão de crédito (via app), a única forma disponível no Cabify

UBER

Foto: Isadora Neumann / Agência RBS

Foi-se o tempo em que Uber era garantia de preço mais acessível em transporte individual em Porto Alegre. A única certeza que se tem ao projetar o preço do destino desde que o aplicativo mudou seu sistema de estimativas, deixando de indicar como ele é calculado — o app não mostra quantas vezes mais o passageiro pagará em caso de preço dinâmico —, é que a tarifa pode mudar a qualquer momento.

Minutos antes de pedir o carro que faria o trajeto entre a Avenida Ipiranga e a Praça da Encol, o valor estimado pelo app era semelhante ao do concorrente Cabify: R$ 10,80. Mas, na hora de estimar o veículo que seria acionado, o preço estava em R$ 11,70, e o app sequer indicava qualquer incidência de tarifa dinâmica. Apesar disso, o veículo era novo, estava muito limpo, o ar funcionava bem e o motorista, um estreante no serviço — fazia sua quinta viagem —, foi simpático e dirigiu com prudência. Também disponibilizava água e balas.

O trajeto foi cumprido de forma tranquila e em um tempo razoável: 13 minutos. Desvantagem mesmo só na hora de ver o saldo da corrida, exatamente o estimado na hora da chamada, que ficou acima dos outros meios de transporte testados.

Trajeto: esquina das avenidas Ipiranga e Erico Verissimo até a Praça da Encol (Avenida Nilópolis)
Horário da chamada: 15h24min
Número de tentativas: uma
Horário de embarque: 15h28min
Horário da chegada: 15h41min
Modelo do carro: Onix
Ar-condicionado: sim
Limpeza: excelente
Atendimento: bom
Valor: R$ 11,70
Forma de pagamento: cartão de crédito no app (mas aceita dinheiro)

Fonte: ZERO HORA

http://zh.clicrbs.com.br/rs/porto-alegre/noticia/2017/01/teste-zh-comparamos-o-aplicativo-do-sintaxi-com-o-cabify-e-o-uber-9563446.html

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

DEIXE SUA OPINIÃO!